eSocial: fases para implantação nas empresas

Em vigor no país a partir de janeiro de 2018, o eSocial é a nova forma de prestação de informações do mundo do trabalho. Trata-se de um projeto conjunto do governo federal que integra: Ministério do Trabalho, Caixa Econômica Federal, Secretaria de Previdência, INSS e Receita Federal.

Esta iniciativa permitirá que todas as empresas brasileiras possam realizar o cumprimento de suas obrigações fiscais, trabalhistas e previdenciárias de forma unificada e organizada, reduzindo custos, processos e tempo gastos hoje pelas empresas com essas ações.

Vale lembrar que as informações que serão encaminhadas ao programa já precisam ser registradas hoje pelas empresas em diferentes datas e meios, alguns deles ainda em papel. Ou seja, em muitos casos, o eSocial trará ganhos em produtividade, além de melhorar o controle de informações relevantes.

Para as empresas que faturam anualmente até R$ 78 milhões, a obrigatoriedade da adoção do eSocial se dá a partir de julho e deve seguir o cronograma abaixo:

Fase 1: Julho/18 – Devem ser enviadas apenas informações relativas a cadastros do empregador e tabelas.

Fase 2: Setembro/18 - Nesta fase, empresas passam a ser obrigadas a enviar informações relativas aos trabalhadores e seus vínculos com as empresas como: admissões, afastamentos e desligamentos.

Fase 3: Novembro/18 - Torna-se obrigatório o envio das folhas de pagamento.

Fase 4: Janeiro/19 - Substituição da GFIP (Guia de informações à Previdência Social) e compensação cruzada.

Fase 5: Janeiro/19 - Na última fase, deverão ser enviados os dados de segurança e saúde do trabalhador.

Para se preparar o eSocial, as empresas têm algumas tarefas importantes a cumprir, tais como: aperfeiçoar cadastros, treinar colaboradores, criar e revisar processos administrativos.

Será preciso também contar com um software adequado e previamente validado que atenda a funcionalidades como: sistemas de mensageria, auditorias para validações dos campos obrigatórios, processos automatizados para agilizar o saneamento de dados e base de dados compartilhadas com informações pessoais para realizar o recadastramento de empregados.

Se você tem dúvidas sobre como se preparar para a adoção do eSocial, saiba que equipe da STRONG IT tem experiência comprovada em diferentes projetos de eSocial em seus clientes e parceiros e pode ajudar sua empresa. Entre em contato com nossos especialistas.

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário